Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Nossa História

O TIME VERDE

Fundado em 2004 a partir de uma sugestão acompanhada de um convite para disputar o Campeonato Estadual profissional daquele ano o Luverdense Esporte Clube figura com destaque no cenário futebolístico nacional apesar do pouco tempo de vida.

NOSSA CRIAÇÃO

Era início de janeiro de 2004. Uma sugestão, acompanhada de um convite para disputar o Campeonato Estadual profissional daquele ano, do então presidente da Federação Matogrossense de Futebol, Carlos Orione, feito ao então prefeito de Lucas do Rio Verde à época, Otaviano Pivetta, deu o pontapé inicial. Pessoas da sociedade foram convidadas a fazer com que Lucas do Rio Verde fosse representar sua cidade no cenário futebolístico. Era fundado ali, no dia 24 de janeiro de 2004, o Luverdense Esporte Clube.

Em sua primeira competição, o Campeonato Estadual de 2004, o Verdão terminou a primeira fase em quarto lugar, em um grupo com sete equipes. Na segunda fase, o Luverdense terminou na sexta posição, entre oito equipes, e apenas uma atrás da zona de classificação para a terceira fase. Ao final da disputa, a equipe venceu quatro jogos, empatou sete e perdeu oito, marcando 25 gols e sofrendo 27, em 19 partidas, encerrando o campeonato na 9ª colocação geral, entre 14 clubes.

PRIMEIRO TÍTULO

O primeiro título veio ainda no ano de nascimento, na Copa Governador (atual Copa FMF). Dez equipes disputaram a competição. Na primeira fase, o Verdão enfrentou Sinop e Cuiabá. Foram duas vitórias, ambas contra Sinop, e dois empates, contra o Cuiabá. A equipe se classificou para a segunda fase, onde enfrentou novamente o Cuiabá, além do Juventude, de Primavera do Leste, e o Vila Aurora, de Rondonópolis. Nesta etapa, foram quatro vitórias do Verdão e apenas um empate, novamente contra o time da capital.

Na decisão, mais um confronto contra o Cuiabá, mas desta vez, nada de empate, pelo menos no primeiro jogo, na capital. O Luverdense aplicou 6 a 1 no Dourado, e no jogo de volta, em Lucas do Rio Verde, novo empate, desta vez em 1 a 1. A campanha do primeiro título da história do Luverdense, vencido de forma invicta, teve sete vitórias, quatro empates, 29 gols marcados e 13 sofridos. Com a conquista, o Verdão conquistou o direito de disputar pela primeira vez na história, a Série C do Campeonato Brasileiro, em 2005.

COPA GOVERNADOR 2007 E SÉRIE C 2008

O que parecia apenas mais uma edição da Copa Governador, torneio organizado pela Federação Matogrossense de Futebol no segundo semestre, foi o início de uma história que resultou no atual momento do clube, na Série B do Campeonato Brasileiro. O Luverdense conquistou o título daquele ano, contra o Cacerense, e garantiu vaga na Série C de 2008. O que não se sabia é que aquele seria o último ano em que os clubes entrariam diretamente na Série C. A CBF, em 2008, decidiu criar a Série D e, como a Série C daquele ano tinha a presença de 40 clubes, apenas os 20 melhores de 2008 permaneceriam na Terceirona de 2009. Na primeira fase, o Verdão enfrentou Fast Clube e Rio Branco (AC), se classificando na segunda posição. Na segunda fase, os adversários foram os acreanos do Rio Branco, além de Remo e Holanda (AM). E foi justamente contra os amazonenses que o Luverdense protagonizou uma das partidas mais épicas de sua história. Na última rodada, Luverdense e Holanda entraram empatados, com cinco pontos, atrás do Remo, com seis e Rio Branco, com sete. No Acre, o time da casa bateu os paraenses por 3 a 0, deixando a decisão da segunda vaga para a partida disputada no Amazonas. O Luverdense abriu o placar, mas viu o Holanda virar a partida. Nos minutos finais, o resultado parcial colocava os amazonenses na terceira fase e eliminava o Verdão. Foi quando Maico Gaúcho se encaminhou para a cobrança de um escanteio. Bola na área, bate rebate e a bola novamente sobra para o mesmo Maico, que chutou para empatar a partida, dando números finais e garantindo a vaga para o time de Lucas do Rio Verde e consequentemente, a permanência da equipe na Série C.

2011 A 2012: TÍTULOS ESTADUAIS E QUASE ACESSO

Em 2011, o Luverdense disputou novamente a Série C do Campeonato Brasileiro. O clube conseguiu passar para a segunda fase da competição ao derrotar o Águia de Marabá por 1 a 0, em Lucas do Rio Verde, sob os olhares de 5.730 pagantes. Para confirmar a classificação, era preciso que o STJD negasse o recurso pedido pelo Rio Branco. O Luverdense chegou a ser mencionado na segunda fase, mas com o recurso do Rio Branco, acabou eliminado. Pouco tempo depois, em um novo julgamento, a equipe acreana foi condenada e eliminada da Série C de 2011. Um dia depois, 14 de outubro de 2011, a CBF oficializou a volta do Luverdense para a segunda fase.

Ainda em 2011, foi realizada na capital do estado a primeira edição da Copa Pantanal. Um quadrangular com Luverdense, Cuiabá Esporte Clube, Sport Club Internacional (RS) e Cruzeiro Esporte Clube (MG), onde o verdão sagrou-se campeão da competição. A campanha nacional de 2011 foi o início de uma quebra de recordes de rivais de seu próprio estado. Disputando paralelamente com a Série C, o Luverdense foi tricampeão invicto da Copa MT ao derrotar o Operário de Várzea Grande por 1×0, no Passo das Emas. Na 2ª Fase da Série C, o Luverdense foi eliminado com uma campanha de 6 jogos, 3 empates e 3 derrotas. Mesmo assim, conquistou uma ótima campanha no Campeonato Brasileiro, ficando com a 8ª colocação.

Ao final de 2011, a CBF divulgou um novo Ranking Nacional de Clubes para 2012. Com a nova atualização, o Luverdense ganhou 29 posições, deixando a 185º colocação e assumindo a 156º posição, e, consequentemente, a 5ª colocação de Times Mato-grossenses mais bem posicionados no Ranking, atrás de Mixto, União, Operário e Barra do Garças. No mesmo dia, a tabela da Copa do Brasil 2012 foi divulgada, e nela ficou decidido que o Luverdense pegaria o Paraná Clube na primeira fase da competição. Um fato curioso, onde nas duas estreias e participações do Alviverde na Copa do Brasil, em ambas pegou um time paranaense logo de cara.

No dia 7 de março de 2012, o Luverdense estreou na Copa do Brasil recebendo o Paraná Clube. O jogo de ida terminou igualado em 2×2, com o Paraná empatando nos últimos minutos da partida e deixando um gosto amargo para os mais de 3 mil torcedores que estavam no Passo das Emas. Uma semana depois, Paraná e Luverdense voltaram a se enfrentar, só que na Vila Capanema. O LEC jogou melhor no primeiro tempo, chegando a estufar as redes com Valdir Papel, mas o bandeira anulou o gol. No 2º tempo, o Paraná acabou fazendo 2×0 e levando a classificação. A Copa do Brasil 2012 foi marcada, porém, por ser a primeira vez em que o Luverdense marcou ponto e gols na competição. Ainda em 2012, a torcida do Verdão, como já acontecera em 2009, sofreu até o último momento da final do Estadual. Na partida de ida, jogando em sua casa, o Luverdense venceu o Cuiabá por 1×0, mas acabou derrotado no jogo da volta. Repetindo a campanha da primeira conquista, o Verdão do Norte decidiu o campeonato nos pênaltis e, com uma belíssima atuação de Fernando Wellington, que defendeu os 3 pênaltis do Cuiabá, o Luverdense sagrou-se Bicampeão Mato-grossense. Aproveitando a paralisação decorrente do imbróglio jurídico nas Séries C e D de 2012, o Luverdense participou da 2ª Edição da Copa Pantanal de Futebol, que também contou com Cuiabá, Mixto e Caxias. Nas semifinais, o Luverdense goleou o Mixto por 3 a 0 com gols de Valdir Papel, Rafael Tavares (Rubinho) e Pablo. Na final, a equipe foi derrotada pelo Caxias por 2 a 0 com gols quase ao término da partida. Classificado com cinco rodadas de antecedência no Grupo A, o Luverdense avançou como vice-líder somando 34 pontos em 18 jogos na primeira fase em um grupo com os times ditos tradicionais do Brasil, como o Fortaleza, Paysandu, Treze e Santa Cruz. Na 2ª Fase, a equipe foi até Chapecó/SC enfrentar a Chapecoense e acabou derrotada por 3×0. No jogo da volta, com uma missão quase impossível, o Luverdense, com o apoio de 5.720 torcedores, venceu a Chapecoense por 1×0, resultado que não foi suficiente para reverter o placar agregado do primeiro jogo. O sonho do acesso à Série B estava adiado mais uma vez. Em contrapartida, o Verdão conquistou a sua melhor campanha em Nacionais, ficando com o 6º lugar na classificação geral do campeonato.

2013: SÉRIE B E ÓTIMA COPA DO BRASIL

Na Copa do Brasil de 2013, o Luverdense escreveu mais um importante capítulo de sua história, quando passou da primeira fase da competição eliminando o Tupi-MG, com uma vitória de 3×0 em seus domínios. Na segunda fase, o Luverdense enfrentou o Bahia, eliminando-o em plena Arena Fonte Nova, em Salvador, isso porque, na partida de ida o Luverdense venceu por 2×0 e na volta perdeu de apenas 1×0. Na terceira fase da competição, o Luverdense eliminou o histórico Fortaleza, com um empate de 0x0 em Fortaleza, e uma vitória de 2×1 no Passo. Nas Oitavas-de-Final, o Luverdense recebeu o Corinthians, no Passo das Emas, e venceu com gol de Tozin ao final da partida. Em contrapartida, no jogo da volta, o clube perdeu de 2×0 no Pacaembu e acabou eliminado da competição com uma campanha histórica e emblemática, sendo até apelidado de “Tolima do Cerrado”, em analogia com a recente eliminação do clube paulistano para a equipe colombiana na Libertadores. Mas o melhor ainda estava por vir. Sob os olhares de 5.260 pessoas, o Luverdense conquistou o tão sonhado acesso para a Série B 2014 ao vencer o Caxias com duas vitórias, 2×1 em Caxias do Sul e 2×0 em Lucas do Rio Verde. Com esse feito, após 18 anos, o Verdão do Norte recolocou o Mato Grosso na 2ª Divisão Nacional. Na semifinal, o Furacão do Norte enfrentou o Santa Cruz e foi eliminado com duas derrotas, 0x2 em Lucas do Rio Verde e 1×2 em Recife. Com o término da temporada, o Luverdense encerrou a competição na 3ª colocação da Série C, um feito histórico para o clube que completaria 10 anos no ano seguinte.

2014 A 2016: ESTRÉIA NA SÉRIE B E RECONHECIMENTO NACIONAL

Em 2014, após ser o primeiro colocado no seu grupo, e eliminar o Cacerense nas quartas-de-final e o CEOV na semifinal, o Luverdense foi vice-campeão mato-grossense, sendo derrotado pelo placar de 1×0 pelo Cuiabá nos dois jogos finais. Como vice-campeão, garantiu vaga na Copa do Brasil e Copa Verde 2015. O clube fez sua estreia no Campeonato Brasileiro da Série B jogando contra o Vila Nova no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, empatando em 0x0. Após, venceu o Vasco por 2×1 na Arena Pantanal, em Cuiabá, e estreou no Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, contra o Bragantino, com uma vitória de 2×0 sobre o time do interior paulista. Em 2015, o Alviverde terminou com duas eliminações nas semifinais (Copa Verde e Estadual), além de fazer uma campanha de recuperação na Série B, competição na qual o clube alviverde, após um início comprometedor, terminou em décimo lugar. Em 2016, o Luverdense foi eliminado logo de cara na Copa Verde com duas derrotas para o Vila Nova. A recuperação veio ainda no primeiro semestre com o Tricampeonato Estadual diante do arquirrival Sinop. Na Série B, o clube terminou a competição na 9ª colocação, sendo a segunda que menos perdeu em 38 rodadas, diminuição de quase 50% das derrotas nas temporadas anteriores. Com a posição citada, o LEC garantiu a sua 4ª participação na Série B do Campeonato Brasileiro em 2017.

2017: A COPA VERDE

O primeiro semestre de 2017 ficará marcado na história do Verdão do Norte como sendo o rompimento das fronteiras do estado do Mato Grosso com o título invicto da Copa Verde 2017, o primeiro do clube fora do solo mato-grossense. Em oito jogos, o Luverdense venceu 6 e empatou 2, marcando 20 gols durante a competição e sofrendo apenas 7. Na finalíssima, o Luverdense encarou seu velho conhecido Paysandu e buscou o empate, diante de 28 mil pagantes, após ter vencido o primeiro jogo, em Cuiabá, por 3×1. Com o título, o Alviverde garantiu vaga nas oitavas da Copa do Brasil de 2018 e na Taça Asa Branca 2018. Ainda no primeiro semestre, o Luverdense avançou até a terceira fase da Copa do Brasil 2017, enfrentando as equipes do URT, Avaí e Corinthians, sendo eliminado pelo time paulista com um empate na Arena Corinthians e outra derrota na Arena Pantanal. No estadual, o clube sucumbiu nos pênaltis diante do Cuiabá em duelo das semifinais.

Deixe seu comentário:

Últimas Noticias

Siga nossas redes